Sexta-feira, 26 de Outubro de 2007

Propaganda no OE 2008 com a ciencia (I)

Olá camaradas e amigos,

Olhemos para esta noticia no Diario Digital
Sublinho a parte que vou justificar como sendo propaganda descarada de um aumento que não existe, infelizmente.

“OE 2008: Despesa do Ministério da Ciência sobe 8,9%
A despesa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES) cresce 8,9% em 2008, relativamente à estimativa de execução deste ano, muito acima da inflação prevista para o próximo ano, segundo a proposta de orçamento hoje apresentada.
A despesa consolidada deste Ministério atinge no próximo ano o montante de 2.508,8 milhões de euros, num aumento que se consubstancia sobretudo no Subsector dos Serviços e Fundos Autónomos e nas despesas com os investimentos do plano.
A verba global orçamentada corresponde a 1,5% do Produto Interno Bruto (PIB) e a 4,5% das despesas da Administração Central.
Este valor (8,9%) traduz um crescimento do MCTES em 2008 quatro vezes superior à taxa de inflação prevista (2,1%) e quase duas vezes acima da estimativa para o crescimento nominal da economia (4,5%).
De acordo com a proposta de Orçamento de Estado para 2006, hoje entregue pelo Governo na Assembleia da República, os Serviços e Fundos Autónomos crescem 7,2% relativamente à estimativa de execução para 2007, atingindo um valor total de 2.363,9 milhões de euros.
Este crescimento regista-se sobretudo nas despesas de investimento da Fundação para a Ciência e Tecnologia e na UMIC-Agência para a Sociedade do Conhecimento, à semelhança do que já ocorrera com o orçamento para 2007.
Com esta proposta de orçamento, o Governo pretende dar «continuidade ao reforço do investimento na área de Ciência e Tecnologia».
Na despesa total do Ministério de Mariano Gago, os Serviços da Ciência e Tecnologia aumentam 1,1%, relativamente à estimativa de execução de 2007, estando prevista uma dotação de 27,7 milhões de euros.
Para os estabelecimentos de Ensino Superior estão previstos 1.006,4 milhões de euros, mais 0,9% relativamente à estimativa de execução para este ano.
O orçamento da Acção Social também sobe ligeiramente, 0,2%, com uma dotação prevista de 120,8 milhões de euros.

Relativamente aos Serviços e Fundos Autónomos, o aumento da despesa para a Fundação para a Ciência e Tecnologia é de 10,1%, relativamente a 2007, para um total de 581,8 milhões de euros, ao passo que para a UMIC é de 10,2%, para um total de 172,3 milhões de euros.

A despesa para o Instituto de Meteorologia aumenta 15,8%, o que corresponde a 16,9 milhões de euros, e para o Instituto Tecnológico e Nuclear cresce 16,8%, alcançando os 12,6 milhões de euros.
Às Universidades estão dedicados 1.153,3 milhões de euros (mais 3%) e aos politécnicos 404,7 milhões de euros (menos 0,6%).
Nas escolas de enfermagem não integradas não se verifica qualquer variação, tendo previstos no orçamento 29,1 milhões de euros, o mesmo valor estimado para 2007.
A Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril tem um aumento de 9,1%, alcançando os 4,8 milhões de euros, enquanto que para o Estádio Universitário está prevista uma variação positiva de 11,1% relativamente à estimativa de 2007, com um valor total de 6 milhões de euros.
A Escola Náutica Infante D. Henrique sobre um corte de 21,4%, de 2007 para 2008, baixando de 4,2 para 3,3 milhões de euros.
Diário Digital / Lusa” 12-10-2007 19:10:00”
 
Entao vamos la:
No relatorio 2007 FCT investimento OE 308.2 me UE 242.7 me,


No relatorio 2008 FCT investimento OE 342.9 me  UE 228 me




No OE 2007 estava previsto que a FCT investimento seria de 552 me interessante e que o OE 2008 estima uma execucao para 2007 de 521 me (taxa de execucao para 2007 de 94%) ou seja, caso a percentagem seja feita a taxa de execucao de 94% para 2007 o crescimento do investimento da FCT cresce os tais 10% mas se fizermos a percentagem, com aquilo que devia ter sido feito ou seja taxa de execucao de 100% para 2007, o crescimento do investimento da FCT cresce uns robustos 3.8% :-)

Se olharem para a figura seguinte


EUROSTAT


Na media dos ultimos 12 meses para Portugal vamos ver que a inflacao para 2007 vai andar a volta de 2.7% (contas do Eurostat) dai tiramos a infeliz conclusao que o investimento aumenta uns modestos 1.1% (3.8%-2.7%)


Com se tenta manipular, e esta hem...

Como e obvio qualquer aumento salarial menor que 2.7% indica que os trabalhadores estao a perder poder de compra.
sinto-me:
tags:
publicado por pjnsilva às 01:09
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. Universidades usam bolsei...

. A "nova" emigracao

. Paulo 2008 Nature

. Medida 2.3 do Programa Op...

. A realidade e enganosa

. Encontro com a Ciência 20...

. ES e Investigacao PCP 25 ...

. ES e Investigacao PCP 11 ...

. ES e Investigacao PCP 11 ...

. Ciencia 2008 Aveiro I

.arquivos

. Outubro 2010

. Junho 2010

. Junho 2009

. Julho 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds